Arquitetura da Saúde

Quais as especificidades de se trabalhar com esse ramo da arquitetura?

O papel social da arquitetura é ajudar no bem-estar das pessoas e atender as demandas da sociedade que permanece em constante evolução. Nesse sentido, no que se refere à arquitetura hospitalar, é de extrema importância pensar em como os pacientes se comportam no espaço e como esse espaço pode estimular os pacientes, de modo a criar ambientes que auxiliem no processo de reabilitação.

Quando se pensa em ambientes da área da saúde, é possível imaginar locais brancos, com acabamentos pouco dinâmicos, com iluminação fria e pouco aconchegantes. Com objetivo de contrapor esta realidade, nós da Redora propomos em nossos projetos ambientes que estimulem de forma positiva as percepções dos usuários, seja através de materiais de acabamentos, seja através de soluções práticas e inteligentes que proporcionem espaços de convívio e interação.

Sala de observação do pronto socorro no Hospital Pequeno Anjo
Projeto Redora: Sala de observação do pronto socorro no Hospital Pequeno Anjo. Foi utilizado piso vinílico colorido para trazer vida para o ambiente, devido ao fato do material não possuir grande variação de preço entre os tons.

Afinal de contas, uma boa arquitetura hospitalar não está relacionada apenas em respeitar adequados fluxos e cumprir RDCs e normativas vigentes. Estudos comprovam que ambientes com determinada cores, materiais e componentes naturais, aceleram e auxiliam no processo de tratamento de pacientes, uma vez que atua psicologicamente nos estímulos neurológicos. Fazendo o espaço se tornar essencial no processo de recuperação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.